Subscribe via RSS

Orange Is The New Black

03 jun 2014

written by Memória Cinematográfica

Orange Is The New Black

Depois de grande sucesso no ano passado, a série “Orange Is The New Black” estreia a segunda temporada no Netflix a partir de sexta-feira, 6 de junho. Os 13 capítulos serão disponibilizados ao mesmo tempo para o assinante do serviço.

Os dois primeiros episódios foram apresentados exclusivamente para a imprensa e, pelo que vi, tive vontade de ver muito mais!

O primeiro episódio continua a contar a história de onde parou o último capítulo da primeira temporada. Piper Chapman (Taylor Schilling, de “Argo”), condenada a 15 meses na penitenciária federal por carregar uma mala de dinheiro proveniente do tráfico de drogas, continua presa e, na calada da noite, é transferida para outro presídio. Como não se comportou muito bem (no último episódio, ela espancou uma das detentas, Pennsatucky, vivida por Taryn Manning, e poderia tê-la matado), pensa que fora transferida devido a este problema.

Lá, porém, reencontra a ex-namorada, Alex (Laura Prepon, de “That ’70s Show”). No novo presídio, e longe de Alex, Piper terá de conviver com novas detentas e se adaptar às “novas regras”.

Enquanto isso, em Litchfield, que só aparece a partir do segundo episódio, as detentas vão alternando cenas engraçadas com participações mais sombrias em conflitos que despertam a curiosidade do espectador. Lá, ainda estão Red (Kate Mulgrew), se lamentando pela perda da cozinha; Taystee (Danielle Brooks), batalhando para uma vaga de emprego; Crazy Eyes (Uzo Aduba), fazendo todo mundo rir, e todas as demais.

Do lado de fora da prisão, o noivo de Piper, Larry (Jason Biggs, de “American Pie”), a aguarda e pede ajuda a seu pai, que é advogado, para tirar a amada da prisão.

Embora a série tenha sido baseada no livro autobiográfico da ex-presidiária norte-americana Piper Kerman, nesta temporada, porém, a ideia da criadora da série Jenji Kohan (“Weeds”) é focar nas personagens secundárias e não apenas na protagonista. Assim, ela se afasta do livro e ganha fôlego para a terceira temporada que, aliás, já está confirmada para o ano que vem.

No ano passado, durante entrevista exclusiva com Jason Biggs e Danielle Brooks, eu disse aos dois que a moda eram séries recheadas de zumbis e vampiros, mas que a série do qual fazem parte traz mulheres dentro de um presídio. Biggs, então, me disse: “Olha, eu não quero antecipar nada, mas na segunda temporada, posso dizer que nem todos os personagens estão tecnicamente vivos (risos).” E Danielle Brooks arremata: “De volta da morte! (risos)”. Vamos aguardar!


About the author

Read more posts by


Leave a comment

© 2017 Memória Cinematográfica