Subscribe via RSS

Bem-Vindo a Nova York

07 set 2014

written by Memória Cinematográfica

Bem-Vindo a Nova York

Dominique Strauss-Kahn (DSK) é ex-diretor do FMI, preso em 2011 quando tentava embarcar em Nova York, após denúncia de abuso sexual feita por uma camareira de um hotel de luxo onde ele ficou hospedado. A história, cujo desfecho tem um quê de impunidade, é tema do longa “Bem-Vindo a Nova York” (“Welcome to New York”).

DSK é vivido pelo francês Gérard Depardieu, que, no início do filme, faz uma “mea-culpa” ao ser entrevistado por repórteres fictícios. Ele explica que gosta de interpretar pessoas das quais não gosta e que não se simpatiza com políticos. Depardieu tem problemas com o fisco. Ao receber um passaporte russo e comprar uma casa na Bélgica, aumentaram os rumores de que ele abandonaria a França, país onde o governo quer taxar em 75% as grandes fortunas.

Dirigido por Abel Ferrara, o filme começa com o personagem, aqui chamado de Deveraux, em seu gabinete e depois no hotel. Em ambos os locais há orgias envolvendo prostitutas. Quando é preso, são mostradas cenas cheias de embaraço com ele se despindo e depois se vestindo em frente aos guardas.

Leia o texto completo na revista sãopaulo.

 


About the author

Read more posts by


Leave a comment

© 2017 Memória Cinematográfica